Sobre o leite derramado

domingo, setembro 27, 2009 2 comentários

Programa do fim de semana

Publicado no início do ano, Leite derramado constitui juntamente com Estorvo [1991], Benjamim [1995] e Budapeste [2003], a lista dos romances do cantor e compositor Chico Buarque.

O enredo - Um homem muito velho está num leito de hospital. Membro de uma tradicional família brasileira, ele desfia, num monólogo dirigido à filha, às enfermeiras e a quem quiser ouvir, a história de sua linhagem desde os ancestrais portugueses, passando por um barão do Império, um senador da Primeira República, até o tataraneto, garotão do Rio de Janeiro atual. (Companhia das Letras)

É nesse contexto sócio-político-econômico, que Chico faz um recorte da realidade brasileira: preconceitos de classe e de raça, machismo, oportunismo e corrupção. Quase uma unanimidade, o cantor carioca caminha para a classificação dos mais vendidos, não só em discos, mas também em livros.

Narrado em 1ª. pessoa, a obra trata dos assuntos de forma idealizada e subjetiva. Eulálio Montenegro d’Assumpção (narrador-personagem), um ancião centenário, tem dificuldades em lembrar dos acontecimentos. Por conta disso, a seqüência cronológica é embaralhada e cheia de repetições.

A extrema valorização da subjetividade, característica do Romantismo, leva muita vezes à dúvida. Motivado pela fantasia e imaginação, não podemos ter certeza se Eulálio refere-se às ações vividas de maneira como são ou como deveriam ser, de acordo com sua vontade.

Com Leite derramado, o narrador nos alerta: a memória é deveras um pandemônio, mas está tudo lá dentro, depois de fuçar um pouco o dono é capaz de achar todas as coisas.



Chico Buarque lê trecho do livro

Leite derramado

Autor: Chico Buarque

Editora: Companhia das Letras

Preço: R$ 36 (200 págs.)


(2) Comments

  1. agorabinhí On 27 de setembro de 2009 17:25

    E eu queria te seguir...

     
    Professor Denis On 27 de setembro de 2009 21:19

    ponha a ferramenta para os seguidores poder lhe seguir, seu blog é sensacional..maravilhoso...voc~e escreve com doçura...flar de leite derramado...sem palavras...é uma ótima pedida...leitura irrecusável.